Success Stories - Bigrep

Irá a metalização desbloquear novas aplicações industriais para Impressão 3D de grande escala?

Ao pensar em como a tecnologia de impressoras 3D de grande escala pode acrescentar valor ao design industrial e aos processos de fabrico, há duas tecnologias principais a considerar - Manufatura Aditiva com polímeros avançados, e tecnologia de impressoras 3D de metal. Em ambos os casos, a nova tecnologia, ao substituir um método de fabrico tradicional, digitaliza o processo e, por isso, poupa tempo, reduz custos e aumenta a liberdade de desenho.

Nos últimos anos, tornaram-se disponíveis mais materiais de engenharia para utilização com impressoras 3D de plástico e estas oferecem uma boa solução para aplicações de substituição de metais, incluindo para peças de utilização final. Mas e se fosse possível combinar as vantagens do plástico e do metal numa única solução? É aí que entra o revestimento de metal de grandes peças de plástico impressas em 3D.

O que é a Metalização?

A metalização é um método de depositar uma camada fina de metal, geralmente de cobre ou de níquel, sobre um objeto feito de um material diferente. Isto é feito de modo a melhorar uma ou mais propriedades do objeto, por exemplo resistência; condutividade térmica ou elétrica; resistência química ou térmica. O resultado - um produto híbrido e um novo conjunto de potenciais soluções para aplicações de substituição do metal.

Aplicações para Metalização

A metalização poderia permitir a introdução de produtos híbridos rentáveis em indústrias pesadas como a Defesa, Eletrónica e Dispositivos Médicos. Podemos imaginar produtos com as seguintes propriedades fornecidas pela camada metálica:

  • EMI/RFI Shielding
  • Condutividade elétrica (Antenas plásticas, Ondas-Guide)
  • Características da barreira (oferecendo proteção contra humidade, produtos químicos, fumos...)
  • Melhoria das Propriedades Mecânicas - sobre a flexibilidade do desenho original da parta plástica
  • Proteção ESD

Vantagens do revestimento metálico de grandes peças impressas em 3D

Ao longo dos últimos anos, uma gama de peças impressas em 3D têm sido revestidas a metal com sucesso. Na sua maioria foram peças pequenas e médias. Quais seriam as vantagens de revestir grandes peças impressas em 3D?

Uma das barreiras da produção de grandes peças, na prototipagem ou no fabrico de peças de uso final, é o custo de produção. As impressoras 3D BigRep permitem imprimir peças grandes a preços acessíveis, até 1 metro cúbico de tamanho. A adição de uma opção de impressão em metal para tais impressões dá-nos uma nova forma de produzir grandes produtos híbridos, que é adequada para aplicações avançadas e, ao mesmo tempo, implica reduções de custos sobre a produção de metal sólido.

Ensaio de peças metálicas em Grande Escala

Atualmente a BigRep e a Polymertal - um líder mundial em soluções de revestimento metálico - juntamente com uma grande empresa de defesa israelita, estão a testar uma peça única de grande dimensão revestida a metal que foi impressa numa BigRep ONE. Até agora, esta peça tem sido fabricada em alumínio num processo de produção manual em série curta.

Nas próximas semanas, a versão impressa em 3D desta peça de utilização final será montada e testada num Veículo Aéreo Não Tripulado. O sucesso nos testes significaria que a empresa de defesa tem uma nova opção de realizar um teste totalmente funcional de tais peças, o que permite ciclos de desenho e testes mais rápidos antes de avançar com a fabricação.

Quando as empresas partilharem os resultados dos seus testes, esperados dentro de cerca de um mês, teremos também uma melhor indicação de quão grande é o potencial de peças metálicas impressas em 3D para substituir peças metálicas de grandes dimensões fabricadas tradicionalmente.